Dia 03: Almada – Vila Franca de Xira

E agora um dia diferente e bem mais curto. Primeiro, toca a apanhar o barco para atravessar o Tejo. Vamos lá ver se não me levanto demasiado cedo e apanho a hora de ponta. É que nas horas de ponta existem restrições para o embarque de bicicletas.

Depois toca a pedalar até Vila Franca de Xira, devagarinho que só são cerca de 40 km.

O plano:

Decidi que já não vou colocar o mapa do Googlemaps nos artigos. Quem tiver curiosidade com o mapa pode facilmente clicar no link do GPSIES:

GPSies - 03. DESTINO HOLANDA - Cais do Sodré - Vila Franca de Xira

Como Correu:

Dormi até às 10h00. Depois 1h30m só para arrumar a tenda. É que a tenda custa a caber no saco dela. O que estavam os fabricantes da mesma a pensar quando fizeram um saco tão pequeno?

Sai a acelerar do parque de campismo a ver se ainda apanhava o barco do meio dia na Trafaria. Foi por pouco, o barco a dar sinal que ia partir e eu e uma outra senhora atrasada a correr.  Barco apanhado, pergunto se há local especifico para colocar a bicicleta. Resposta: “Não, Ponha para aí!”. Passados um minuto: “Ó chefe, você não perdeu nada?”. Era as chaves dos cadeados. Por pouco que não ficava com os cadeados inutilizados para o resto da viagem.

Depois foi encontrar um pedaço de ciclovia junto ao Tejo. No entanto não encontrei ligação da mesma com a do Parque das Nações, o que resultou em complicadas aventuras urbanas por meio de pedestres, linha de comboios e camiões.

Depois o troço para Vila Franca de Xira, também com muito trânsito. Já me estou a habituar e começo a perceber melhor quando devo tomar a faixa toda.

Chegado, banho tomado e pronto para mais um dia.  Agradecimentos ao pessoal que hoje me aloja e espero que não me achem demasiado chato.

Dizem que a primeira semana é a mais dura. Amanhã irei verificar a veracidade dessa afirmação.

One thought on “Dia 03: Almada – Vila Franca de Xira

  1. Lao Tzu
    Acredita-se que ele tenha escrito o Tao Te Ching (Livro da Razão Suprema), uma das mais antigas e influentes obras filosóficas originárias do Oriente. Ela forma a base do Taoísmo, uma das maiores religiões do mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s